Desta vez, levámos o nosso jovem a um centro de ciência em Estremoz. Mesmo não tendo idade suficiente para aprender, ele gostou das experiências e de puder tocar em tudo, além de que existe um esqueleto de Tyrannosaurus rex em tamanho real.
O tema deste centro é geologia e no final do dia o nosso filho tinha um novo favorito – vulcões.

O Centro Ciência Viva de Estremoz está localizado na cidade de Estremoz, Alentejo, Portugal.

Instalado no antigo Convento das Maltezas, é um espaço museológico, parte da rede de Centros Ciência Viva.

Este espaço privilegia a interactividade entre os visitantes ea exposição permanente, dedicada ao planeta Terra e à sua evolução geológica.

O projecto é uma parceria entre a Câmara Municipal de Estremoz, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, a Universidade de Évora, a Direcção Regional de Educação do Alentejo ea Agência de Ciências Científicas e Tecnológicas.

Quem coordena as actividades diárias do Centro é o Laboratório de Investigação de Rochas Ornamentais e Industriais, unidade de investigação da Universidade de Évora, com sede no Pólo de Estremoz.

Inaugurado em 26 de maio de 2005, o Centro está integrado na Rede de Museus do Município de Estremoz desde 2006, sendo membro fundador do mesmo.