Silarcas (Amanita ponderosa)- Festival do Cogumelo

Sigam o nosso canal de youtube para mais ideas de viagem
Ok vamos lá


Ao contrário do que acontece em muitos países europeus, a tradição de apanhar cogumelos não está muito enraízada nos portugueses. Existem algumas excepções claro, e em algumas regiões a tradição da apanha de cogumelos ainda se mantém.

Nós visitámos uma destas regiões no Alentejo e descobrimos a Silarca – Amanita Ponderosa – na Cabeça Gorda, Beja.

Silarca / Amanita Ponderosa

Este cogumelo pertence a uma família de cogumelos venenosa e por isso muitas pessoas com quem falámos têm receio e não querem nem provar. Ouvimos várias histórias de terror a envolver este cogumelo e talvez por isso a freguesia da Cabeça Gorda decidiu informar as pessoas acerca da apanha e identificação deste cogumelo.

A Amanita Ponderosa, também chamada de Silarca, Túbera,  Criadilha, Cilerca ou Tortulho é nativa da Peninsula Ibérica e encontra-se principalmente em áreas de Sobreiros e Azinheiras. São cogumelos simbioticos e por isso vivem em colaboração com este tipo de árvores.

Como reconhecer a Amanita Ponderosa?

Aprendemos algumas técnicas durante o festival, e de preferência para confiar num cogumelo que apanhem devem verificar a existência de todas estas caracteristicas, em caso de dúvida não consumir.

A primeira caracteristica é claro está a forma e aspecto do cogumelo.

Ao raspar o pé devem verificar se a cor do cogumelo ou a carne do cogumelo se torna rosa.

O cheiro do cogumelo é muito caracteristico. Amelhor maneira de descrever é que tem um cheiro a terra muito distinto dos restantes cogumelos.

Porque é que são caros e muito procurados?

Parte da razão para além do seu sabor claro está é que são muito dificeis de encontrar. Principalmente quando estão ainda na sua fase inicial e parecem um ovo, nesta fase podem facilmente ser confundidos e nós não aconselhamos nada apanhar sem a presença de uma pessoa experiente.

O facto de pertencerem a uma família de cogumelos venenosa afasta muita procura e também a apanha tradicional o que leva a que se torne cada vez mais um produto de luxo que não se encontra facilmente.

Onde os encontrar?

Nós fomos à Cabeça Gorda que organiza um festival todos os anos a este cogumelo e tem um parque biológico de meter inveja a muitas cidades.

Parque Biológico da Cabeça Gorda

Para nós foi uma surpresa descobrir este lugar, principalmente porque vivemos aqui bem perto. É enorme, cheio de caminhos e recantos para explorar e claro silarcas para apanhar.

Se estiverem por esta zona não hesitem em fazer uma visita vale bem a pena porque existem cada vez menos zonas assim no nosso país.

Se estiverem por cá sigam o caminho até perto do fim do parque e encontram um vale encantado 🙂 não será bem encantado mas podia ser.

Onde ficar




Sigam o nosso canal de youtube para mais ideas de viagem
Ok vamos lá