Trilho da Frecha da Mizarela, Arouca Geopark

Sigam o nosso canal de youtube para mais ideas de viagem
Ok vamos lá

Durante algum tempo pesquisámos várias opções para um fim-de-semana ativo porque a irmã da Aiste vinha passar uns dias a Portugal. Depois de considerar percursos na Serra da Estrela, Arouca, Paiva, Serra do Sicó entre outros, a nossa escolha final foi o Trilho da Frecha da Mizarela – PR7.

Arouca Geopark

O trilho pertence ao Geopark de Arouca e está na Serra da Freita bem conhecida pela cascata da Frecha da Mizarela, a mais alta de Portugal e uma das mais altas da Europa com 75 metros.

Este Geopark tem alguns dos melhores trilhos e percursos pedestres do país com destaque claro para os famosos passadiços do Paiva, um percurso fantástico e um projeto que já foi várias vezes reconhecido com prémios de turismo.

Trilho da Frecha da Mizarela – PR7

O trilho começa no parque de campismo e é circular, como cruza com outros na Serra é possível fazer um percurso que passa por vários e assim as opções podem variar entre os 8Km e os 20Km.

Nós acabámos por fazer vários desvios e penso que o total da nossa caminhada tenha ficado nos 16Km.
Existe mesmo muito para ver e apesar do motivo principal para escolher este percurso tenha sido a cascata penso que no fim acabámos muito impressionados com toda a natureza da Serra. Parece que cada sector tem uma vida diferente e isso torna o percurso muito interessante porque é sempre imprevisível.

Destaque também para as ruínas junto ao rio Caima e para a ponte da cascata da Ribeira da Castanheira uma pequena ponte de madeira que permite estar mesmo por cima da cascata.
Muito aconselhado e esperamos em breve mostrar o Geopark ao Lukas.

 

Onde fica?

Nós deixámos o carro junto ao parque de campismo , mas como o trilho é circular podem começar noutro lado.

Onde ficar?

Normalmente não falamos muito sobre alojamento mas desta vez merece destaque. Acreditamos que existam muitos hoteis e alojamentos excelentes na zona, nós não estivemos em mais nenhum por isso isto não é comparação, talvez sejam todos excelentes, mas nós ficámos na aldeia do Trebilhadouro num turismo rural que se chama Casas da Avó (www.casasdosavos.pt) e foi uma experiência única. Parecia que estávamos numa aldeia daquelas com casas de pedra, sozinhos e tudo era nosso. A aldeia está quase totalmente restaurada e apesar da estrada principal estar ali bem perto parece que voltámos atrás no tempo. Como se não bastasse a anfitriã trazia pão quente logo de madrugada, fez um bolo à chegada, ofereceu um licor e mel de fabrico próprio, e tinha um frigorífico com queijo, águas, leite, despensa com azeite, cebola, alho, arroz, café (delta e máquina de expresso!) bem ninguém ia passar fome ali. Acreditem nunca tínhamos sido assim recebidos, e já sei o que estão a pensar foi caro, bem na verdade nem por isso mas também claro que não fomos em época alta, não sei como será em Agosto.

Folheto do trilho da frecha da Mizarela PR7

Nas escarpas da Mizarela PR7

versão PDF

Sigam o nosso canal de youtube para mais ideas de viagem
Ok vamos lá